Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Aprovada homenagem ao pioneiro Ari José Hoff com nome de rua em Margarida

Aprovada homenagem ao pioneiro Ari José Hoff com nome de rua em Margarida

por Cristiano Marlon Viteck publicado 09/07/2020 10h35, última modificação 09/07/2020 10h34
Nilson Hachmann é autor do projeto de lei
Aprovada homenagem ao pioneiro Ari José Hoff com nome de rua em Margarida

Ari José Hoff (in memorian) e a esposa Reinilda Melchiors Hoff

 

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon aprovou ontem (08), em definitivo, o projeto de lei 17/2020, de autoria do vereador Nilson Hachmann. O texto altera a denominação da Rua Borges de Medeiros, localizada na sede distrital de Margarida, para Rua Ari José Hoff, pioneiro do município.

“Ele sempre foi muito atuante na sociedade, auxiliando na construção de escolas, colégio, pavilhões e igrejas de Margarida, assim como em localidades vizinhas. A pedido da comunidade, foi candidato a vereador, eleito em 1974, com mais de mil votos”, lembrou Nilson Hachmann na justificativa ao projeto de lei.

Ari José Hoff era natural de São Luiz Gonzada (RS), onde nasceu em 08 de fevereiro de 1932, filho de Silvina Catarina Hoff e Albano Aloísio Hoff.

Ele se casou em 08 de janeiro de 1953 com Reinilda Melchiors Hoff, com quem teve 11 filhos, sendo sete mulheres e quatro homens.

Após o casamento, o casal passou a residir na Colônia Nova Flórida (RS), onde permaneceu até 1964. Foi neste ano que eles decidiram desbravar o “sertão” e fixaram residência na Linha Sanga Furão, no distrito de Margarida.

Na infância e juventude, Ari José Hoff foi coroinha e ajudante na Igreja. Posteriormente, durante mais de 20 anos, integrou o Movimento de Cursilho, além de outras pastorais.

Também foi membro da primeira diretora da Acimacar, entidade fundada em abril de 1968, como suplente do Conselho Fiscal.

O pioneiro rondonense faleceu em 13 de janeiro de 2010.

“Ele deixou um legado de ensinamentos, de postura rígida e honestidade”, enaltece o vereador Nilson Hachmann.

TV LEGISLATIVA
ACESSO À INFORMAÇÃO
TRANSPARÊNCIA