Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Gordinho do Suco sugere que Procon amplie fiscalização no comércio

Gordinho do Suco sugere que Procon amplie fiscalização no comércio

por Cristiano Marlon Viteck publicado 14/04/2020 10h25, última modificação 14/04/2020 11h14
Objetivo é evitar eventual prática abusiva de preços
Gordinho do Suco sugere que Procon amplie fiscalização no comércio

Gordinho do Suco

 

Por meio de indicação apresentada ontem (13), o vereador Cleiton Freitag (Gordinho do Suco) solicita à Prefeitura de Marechal Cândido Rondon que disponibilize mais servidores ao Procon. O objetivo é fiscalizar mais e coibir eventuais excessos de preços eventualmente praticados no comércio local neste período de pandemia do COVID-19.

“Outras cidades da região estão adotando este procedimento, que vai ao encontro do anseio da sociedade”, afirma.

Em outra indicação, Gordinho do Suco também sugere que a Secretaria de Administração conceda adicional de insalubridade a todos os servidores públicos municipais da área de saúde que atuam no enfrentamento do novo Coronavírus. A proposta é que este percentual seja de, no mínimo, 40%, a ser concedido para aqueles profissionais da linha de frente, que atendem a população e estão mais expostos à contaminação.

Ainda em relação à pandemia, o vereador solicita que as autoridades municipais revisem as medidas de restrição aos vendedores autônomos e ambulantes locais, que estão proibidos de atuarem Marechal Cândido Rondon.

“Esta situação tem desesperado muitas famílias, que não podem trabalhar e a renda ficou completamente comprometida”, alerta Gordinho do Suco.

De outra parte, ele também solicita, por meio de indicação, que a Prefeitura agilize a expedição e fornecimento gratuito da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPTEA), nos termos da Lei Federal 13.977/2020, sancionada recentemente.

Com o documento, essa população passa a ter prioridade de atendimento em serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social.

TV LEGISLATIVA
ACESSO À INFORMAÇÃO
TRANSPARÊNCIA