Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Pedralli apresenta projeto de lei para acabar com cobrança de tarifa mínima do Saae

Pedralli apresenta projeto de lei para acabar com cobrança de tarifa mínima do Saae

por Cristiano Marlon Viteck publicado 02/10/2019 09h45, última modificação 02/10/2019 09h44
Para vereador, esta cobrança lesa os consumidores
Pedralli apresenta projeto de lei para acabar com cobrança de tarifa mínima do Saae

Josoé Pedralli

 

As Comissões Permanentes de Justiça e Redação; de Finanças, Orçamento e Fiscalização; e de Educação, Cultura, Saúde, Bem-Estar Social e Ecologia do Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon estão analisando o projeto de lei 24/2019, de autoria do vereador Josoé Pedralli. Na sessão desta semana, ele apresentou a proposta para acabar com a cobrança de taxas e tarifas por consumo mínimo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae).

Atualmente, esta tarifa é cobrada daqueles que consomem mensalmente menos de 10 metros cúbicos de água, o que equivale a 10 mil litros. Para consumo residencial a taxa mínima é de R$ 30,72 e, para o comércio, é de R$ 50,71.

“A finalidade é vedar a tarifa mínima que o consumidor deve pagar, mesmo quando não há consumo do produto e a utilização do serviço. A cobrança de valores mínimos constitui verdadeira cláusula abusiva, pois impõe ao usuário uma obrigação desproporcional, ferindo os princípios da boa-fé e do equilíbrio das partes nas relações de consumo. Nada justifica o pagamento de uma franquia mensal”, afirma Pedralli.

Se o projeto de lei for aprovado, os consumidores pagarão somente pelo consumo real, a ser mensurado e identificado na fatura mensal. Caso a autarquia descumpra a decisão, ela deverá ressarcir em dobro os consumidores pelos valores cobrados a maior nos últimos cinco anos, devidamente corrigidos pelo INPC e acrescidos de juros de 12% ao ano até a data do efetivo ressarcimento, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor.

O texto será votado em plenário pelos vereadores após a emissão dos pareceres das comissões permanentes.

TV LEGISLATIVA
ACESSO À INFORMAÇÃO
TRANSPARÊNCIA