Você está aqui: Página Inicial / Sobre a Câmara / Notícias / Professor Arno Gerke é o novo Cidadão Honorário de Marechal Rondon

Professor Arno Gerke é o novo Cidadão Honorário de Marechal Rondon

por Cristiano Marlon Viteck publicado 22/11/2019 21h20, última modificação 22/11/2019 21h17
Sessão solene aconteceu nesta sexta-feira, na Câmara
Professor Arno Gerke é o novo Cidadão Honorário de Marechal Rondon

Arno Alexandre Gerke, acompanhado da esposa Oli, recebe o título de Cidadão Honorário

 

O Poder Legislativo de Marechal Cândido Rondon realizou na noite desta nesta sexta-feira (22), sessão solene em homenagem ao professor Arno Alexandre Gerke. Ele recebeu título de Cidadão Honorário do município pelos relevantes serviços prestados no setor educacional. O autor da proposição que concedeu a homenagem, aprovada por unanimidade, é o vereador Valdir Port (Portinho).

“Professores enriqueceram a história do nosso município. Nós temos na pessoa do professor Arno um exemplo a ser seguido. Tenho a alegria de, junto com o Poder Legislativo, reconhecer todo este trabalho, que é valorizado e reconhecido também por toda nossa sociedade. Nesta noite especial, todos os aplausos são em homenagem ao professor Arno”, disse Portinho em discurso na tribuna.

A sessão solene foi presidida pelo vereador Claudio Kohler (Claudinho) e teve a presença também dos edis Arion Nasihgil, Gordinho do Suco, Josoé Pedralli, Vanderlei Sauer e Walmor Mergener. O prefeito Marcio Rauber, o ex-deputado estadual Elio Rusch e o ex-vice-prefeito Renato Kaefer completaram a frente de honra. Familiares, amigos e lideranças também prestigiaram o evento.

Arno Alexandre Gerke agradeceu a Deus, familiares, aos vereadores e amigos pela homenagem. Lembrou das dificuldades que passou para poder estudar quando criança, adolescente e ainda quando adulto. Também recordou o início da vida profissional em Marechal Cândido Rondon e as passagens por diversos educandários e no ensino superior como professor.

Ao final, enalteceu: “sou muito grato pela honraria. Vou ser para sempre um cidadão rondonense de coração”.

Biografia

As atividades desenvolvidas por Gerke na área de educação de Marechal Cândido Rondon iniciaram na década de 1960. Além de montar e manter um escritório de contabilidade entre 1961 a 1968 no município, ele foi secretário fundador do Ginásio Evangélico Rui Barbosa (atualmente Colégio Rui Barbosa), entre 1961 e 1965. No mesmo educandário, de 1962 a 1983 foi professor de História, entre outras disciplinas.

No então Colégio Cenecista David Carneiro, foi professor do curso Técnico de Contabilidade de 1968 a 1980, sendo que entre 1970 e 1981 também foi secretário do educandário. No Colégio Estadual Eron Domingues, atuou como professor entre 1969 e 1996.

Gerke também foi professor na Facimar/Unioeste, onde ocupou uma cadeira no curso de História entre 1980 e 1996, quando se aposentou como professor, após também exercer o cargo de inspetor regional de Educação, além de inspetor estadual.

Foi no Colégio Cenecista David Carneiro que Gerke chegou a ter 17 turmas e 911 alunos, tendo que fazer um grande esforço para concluir os relatórios finais desde 1966 até 1972 para conseguir registrar os diplomas dos alunos.

Por outro lado, como inspetor de educação, o homenageado encaminhou o processo de criação das escolas estaduais em todos os distritos e bairros de Marechal Cândido Rondon, sendo autorizadas as seguintes escolas estaduais: de Mercedes, Pato Bragado, Quatro Pontes, Iguiporã, Margarida, Novo Horizonte, Porto Mendes, Entre Rios do Oeste, Novo Três Passos, São Roque, Bela Vista e Flor da Serra, além do bairro Botafogo.

Gerke é o terceiro filho do casal Otto e Blondina Gerke. Ele nasceu em 12 de janeiro de 1940, no município de Santa Rosa (RS). Ainda criança, teve um grave problema de saúde que resultou numa deficiência em todo lado direito do seu corpo. Contudo, isso não o impediu de alcançar grandes conquistas.

Gerke residiu em Santa Rosa (RS) até 1956, quando mudou-se, juntamente com os pais, para a então Vila de General Rondon. Entre 1958 e 1960 estudou em Curitiba (PR), regressando em seguida para Marechal Cândido Rondon.

Entre 1970 a 1974, cursou História em Palmas (PR), onde também fez pós-graduação (1980 e 1981). Entre 1990 e 1992, concluiu a pós-graduação stricto sensu pela Universidade Federal do Paraná, com a dissertação “Uma análise do cooperativismo”.

Em 30 de julho de 1966, o professor casou-se com Oli Waldow Gerke, com quem teve quatro filhos: Harraldo, Adriane, Dorian e Claus.

TV LEGISLATIVA
ACESSO À INFORMAÇÃO
TRANSPARÊNCIA